Inovação

Primeiro canudo biodegradável marinho certificado do mundo!

O canudo para bebidas é sem dúvida um dos mais polêmicos e que sofre maior ataque de ambientalistas e da sociedade geral, porque ao ser descartado de modo incorreto, pode ir para parques, lagos e no oceano ferindo animais. O desafio é grande, visto que não é fácil achar um substituto para ele.

As empresas fabricantes de alimentos, por exemplo buscam soluções. É o caso da extinção dos canudos de plástico do Toddynho, que ganhou uma nova versão do item em papel neste ano.

A WinCup Holdings uma empresa americana com sede na Geórgia, acredita que tem a solução inovadora: o canudo feito de poli-hidroxialcanoato (PHA), que é derivado da fermentação do óleo de canola. Ele fornece aos consumidores a experiência de usar um canudo de plástico, mas o canudo é projetado para se biodegradar essencialmente e desaparecer. Testes certificados mostram que ele atinge a biodegradação marinha completa em apenas 58 dias.

A WinCup Holdings enfatiza que o canudo Phade (como é conhecido o produto) não se destina a ser jogado em qualquer corpo de água, mas sim projetado para ser composto industrialmente ou em casa. Mas, ao contrário dos canudos convencionais, se um canudo Phade for parar no oceano, ele irá se biodegradar devido à bactéria.

O Phade foi criado para substituir os canudos de papel, plástico PP convencional ou de ácido polilático (PLA), estes últimos apenas compostáveis ​​industrialmente. Os canudos de papel não têm durabilidade, ficam encharcados e quebram durante o uso.

O relatório e o vídeo são resultado de um projeto conduzido pela Keypoint Intelligence , uma empresa de testes de produtos.

“Continuamos focados em abordar a crise global de poluição de plásticos e este vídeo de lapso de tempo é um passo tremendo na educação do mundo sobre como realmente se parece uma alternativa ao plástico à base de petróleo”, disse Brad Laporte, CEO da WinCup Holdings. “Acreditamos fortemente que o mercado é um grande impulsionador na eliminação da demanda por petro-plásticos, e os fabricantes têm a obrigação de alterar as práticas comerciais para contribuir com a causa. Estamos incrivelmente orgulhosos da inovação por trás de nosso produto que permite esse rápido processo de biodegradação e continuamos comprometidos em melhorar continuamente os atributos sustentáveis ​​de nossos produtos. ”

O desenvolvimento do Phade envolveu um processo rigoroso de teste e certificação. A TÜV Austria, uma entidade certificadora independente e internacionalmente reconhecida, certificou o phade como compostável em questão de meses. A TÜV também certificou o material com o qual o canudo é feito como biodegradável marinho. Além disso, o Biodegradable Products Institute (BPI) certificou o phade como industrialmente compostável.


Fonte: https://wincup.com/

Eudes

Especialista na Gestão Industrial e Liderança Produtiva no mercado de Embalagens flexíveis, Rótulos e Corrugados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo